Passado o verão, é hora de se recuperar dos efeitos do sol

Confira o que há de mais moderno em tratamentos para combater a flacidez da pele do rosto

O verão está chegando ao fim. É hora de buscar tratamentos para recuperar a pele da exposição ao sol, mesmo com proteção. A flacidez no rosto é um dos efeitos dessa exposição, causando grande incômodo nas mulheres. A boa notícia é que hoje existem tratamentos não invasivos que melhoram a elasticidade facial, sem dor e sem deixar cicatrizes.

A exposição solar cumulativa é o principal fator responsável pelo envelhecimento da pele, associado ao tabagismo e à má alimentação. Com o passar dos anos, tanto a pele como as estruturas de suporte perdem a firmeza, e a degradação do colágeno do organismo provocam a flacidez.

Essa redução do colágeno – responsável por dar firmeza à pele -, associada à redução do volume da face, devido à perda de gordura e retração óssea, acabam comprometendo o visual do rosto. Isso acentua os sinais e linhas, principalmente diminuindo o contorno mandibular e propiciando a formação dos sulcos nasolabiais e dos cantos da boca (conhecidos popularmente como bigode chinês e código de barras) e contribuindo para as rugas nas regiões dos olhos e fronte (testa).

A radiofrequência é um tratamento aplicado com êxito em casos de flacidez facial.
A técnica age aquecendo a pele a uma temperatura que estimula a produção do colágeno, melhorando a flacidez tissular [da pele].

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.