liberação atletas

Miofascial: mio = musculo + fáscia = tecido conectivo. Ou seja, miofascial significa fáscia muscular ou fáscia que envolve os tecidos musculares.

Liberação miofascial é uma técnica manual altamente especializada de alongamento da fáscia  utilizado por fisioterapeutas para tratar pacientes com uma variedade de problemas de tecidos moles. 

A fáscia é uma lâmina de tecido conjuntivo que envolve cada músculo, e cada fibra dentro de um musculo, protegendo e evitando o atrito e coordenando seus movimentos. Auxilia no deslizamento dos músculos entre si. Em certos locais, a fáscia pode se encontrar mais espessa e dela partem prolongamentos que vão se fixar aos ossos, denominadas de septos intermusculares, com função de separar grupos musculares em compartimentos.

Todo o alongamento muscular é, na verdade, o alongamento da fáscia e do músculo, a unidade miofascial. Quando as fibras musculares são lesadas, as fibras e as fáscias ao seu redor tornam-se curtas e tensas. Este stress desigual pode ser transmitido através da fáscia para outras partes do corpo, causando dor e uma variedade de outros sintomas em áreas muitas vezes não esperadas. Liberação miofascial trata esses sintomas aliviando a tensão desigual na fáscia lesionada.

Em outras palavras, liberação miofascial é o alongamento da fáscia. Pequenas áreas de músculo são tratadas a cada movimento. Por vezes, o terapeuta utiliza apenas dois dedos para estirar uma pequena parte de um músculo. O feedback que o terapeuta sente determina que músculos sejam alongados e em que ordem.

A aplicação da técnica de liberação miofascial baseia-se sempre nos mesmos componentes. O fisioterapeuta encontra a área de tensão. Aplica uma pompagem no local até que ocorra o relaxamento tecidual.

O terapeuta encontra pontos doloridos apenas pelo tato. Muitas vezes, os pacientes são incapazes de identificar alguns pontos doloridos ou que estão acostumados a viver com eles até o fisioterapeuta encontra-los. São os pontos gatilhos miofasciais. O tamanho e a sensibilidade desses pontos doloridos vão diminuindo com o tratamento.

A maioria dos pacientes fica surpresa como a liberação miofascial é suave. Pode ser extremamente relaxante. Alguns pacientes chegam a adormecer durante o tratamento. 

Liberação miofascial não é massagem. Liberação miofascial é usada para equalizar a tensão muscular em todo o corpo. Tensão muscular desigual pode contrair músculos e comprimir nervos, causando dor. Soltando e manipulando as aderências da fáscia e devolvendo-lhe a sua elasticidade e flexibilidade perdidas consegue-se eliminar dores sejam elas crónicas ou não, do tipo dores miofascias.

O progresso é medido por uma diminuição na dor do paciente e por uma melhoria na postura geral.

Quem pode se beneficiar de liberação miofascial?

Vitimas de acidentes, traumatismos, inflamações mal tratadas, atletas amadores e de alto rendimento, e até em pós operatorios e muitas outras situações que criam alterações na estrutura fascial que acabam por resultar em dores.

A Liberação miofascial demanda tempo e atenção individualizada.

Liberação miofascial é altamente eficaz no tratamento de pacientes com os seguintes diagnósticos:

Dores causadas por lesões do tipo golpe em chicote do pescoço, dor cervical crônica, dor de cabeça, alguns tipos de tonturas e vertigens, disfunção com dor na ATM, dor ao longo da coluna torácica, tensão lombar, dor lombar crônica, síndrome do desfiladeiro toraxico, queixas de dores complexas pelo corpo, fibromialgia, fibrosite, disfunção com dor miofascial, fasciíte plantar, sintomas pós-pólio, pontos-gatilho, síndrome do túnel do carpo.

 

 

 

TOP