Bumbum na nuca: fique por dentro da evolução no padrão fitness

De Afrodite às Kardashians, o bumbum percorreu um longo caminho para ser o que é hoje. A seguir, veja uma linha do tempo cheeeia de curiosidades sobre ele



bumbum_historia

200 A.C

A estátua da Venus Callipyge (que traduz para Vênus das Nádegas Bonitas) é a precursora da ideia de levantar o vestido e mostrar o próprio bumbum. Reparou como ela mesma dá uma olhadinha para ele?

ANOS 80

Na década em que a obsessão fitness dominou a moda com leggins coloridas e polainas, os vídeos de exercícios estouraram prometendo um bumbum mais durinho.

Os biquínis asa-delta e fio-dental chegaram às praias, deixando à mostra praticamente toda a parte de trás. Ainda bem que os vídeos fitness já existiam para deixar tudo no jeito, né?

ANOS 90

A cantora Jennifer Lopez lança seu primeiro álbum. Mas além do reconhecimento por seus talentos musicais, ela chama também atenção pelo seu bumbum. Circulam rumores de que ele vale até US$ 27 milhões!

No Brasil, o grupo É o Tchan consagrou a bela Carla Perez como musa brasileira. Nem precisamos lembrar como a parte de trás avantajada da dançarina também fez sucesso.

Single-Ladies-Put-A-Ring-On-It-Music-Video-beyonce-17782626-854-480
ANOS 2000

A mania do bumbum chega ao auge com novas musas, concentradas principalmente na indústria musical. A cantora Beyoncé encabeça a lista com o clipe da música Crazy in Love, onde mostra o poder do seu rebolado.

downloadnicki-minaj

ANOS 2010

As irmãs Kardashian, lideradas por Kim, ganham destaque também pelo corpo: cintura fininha e parte de trás avantajada.

O clipe da música Anaconda, de Nicki Minaj, bate recordes de visualização no YouTube. O tema do single? Bumbum, é claro!

A cena em que Paolla Oliveira aparece de costas, usando apenas uma calcinha fio-dental, na minissérie Felizes Para Sempre (Rede Globo), viraliza na internet.

paolla_oliveira_bumbum

Fonte: Revista Corpo a Corpo | Ed. 325

Existem hoje tratamentos altamente eficazes, que combatem as celulites, gordura localizada e a flacidez ao mesmo tempo. Aliados a prática de atividade física e bons hábitos alimentares, não tem como errar!

– Carboxiterapia Tratamento que consiste na aplicação subcutânea de gás carbônico medicinal nas pernas e glúteos. Melhora muito a circulação, a flacidez e as celulites.
– Drenagem Linfática   Indicada para tratamento da celulites grau I e na retenção de líquidos. Você que tem dor nas pernas devido ao inchaço, esse tratamento é super indicado, podendo ser associado a outros equipamentos, em dias alternados.
– Massagem Modeladora  Com essa massagem há o estímulo da oxigenação do tecido, favorecendo a quebra do tecido gorduroso, melhora da flacidez, das celulites.
– Corrente Russa Aparelho que fortalece a musculatura das pernas e glúteos.
– Endermologia massagem a vácuo que melhora a circulação sangüínea e linfática e o endurecimento tecidual, sendo muito indicado para transtornos circulatórios, celulites, flacidez, pré e pós-operatórios.
– Manthus  É um aparelho não invasivo (sem agulhas) que combina tecnologias: o ultrassom mais a corrente elétrica de média frequência. O ultrassom promove lipólise (quebra da célula gordurosa) e a corrente elétrica acelera a queima da gordura além de estimular a ação dos vasos linfáticos; o Manthus, assim, elimina a gordura mais rapidamente.
Radiofrequencia corporal: O Hertix é um gerador de radiofrequência que, através dos efeitos da corrente elétrica alternada de alta frequência, induz o calor nos tecidos dérmicos, estimulando a formação de um novo colágeno. Indicado no tratamento de flacidez de pele, celulites e gordura localizada.

Estamos à disposição para tirar dúvidas e agendar avaliações para saber qual é o mais indicado para suas necessidades, número de sessões, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.